CurrículoDocumentosModelos

Modelo de currículo grátis para você se inspirar

Existem muitos modelos de currículos diferentes, pois não existe uma única forma de montar um currículo. Cada pessoa cria o seu próprio currículo pessoal e isso não faz com que um ou outro esteja errado. Por isso é comum vermos diferentes versões desse mesmo documento, com pequenas alterações que tornam uns diferentes dos outros.

Mesmo não existindo uma forma exata de criar um currículo, existem muitas regras e padrões que precisam ser seguidos. São alguns itens que todos os currículos devem conter para que o avaliador consiga traçar um perfil profissional seu e assim decidir se você está apto a ocupar a vaga que você está se candidatando.

Muitas pessoas têm dificuldades na hora de criar um currículo e acabam cometendo alguns erros graves que podem prejudicar a avaliação do seu perfil. Por isso é tão comum que as pessoas procurem por modelos já prontos na internet para seguir como um roteiro e apenas alterar pelas informações e dados pessoais.

Cada currículo pode ter informações diferentes de outros, pois cada pessoa tem um perfil profissional diferente e dessa forma, esse documento também precisa se adaptar. A forma como você montar seu currículo irá depender muito do seu perfil profissional, cada um dos itens abaixo é determinante na hora de escolher qual modelo de currículo você deve utilizar.

  • Pessoas com muita experiência profissional
  • Pessoas com pouca experiência profissional
  • Pessoas sem nenhuma experiência profissional (que nunca trabalharam)
  • Pessoas com muitos cursos complementares
  • Pessoas com poucos cursos complementares
  • Pessoas com nenhum curso complementar
  • Pessoas com muitos itens na formação acadêmica
  • Pessoas com poucos itens na formação acadêmica

Para cada um desses itens acima, o seu currículo deve sofrer algum tipo de alteração, pois você deve sempre destacar aquilo que mais te favorece, por exemplo, se você tem pouca experiência profissional, deve dar destaque a sua formação acadêmica.

A mesma coisa vale ao contrário, se você não tem muitos itens na formação acadêmica, mas tem muita experiência profissional, essa deve ser destacada. Veja alguns exemplos de currículos com essas situações:

MODELO DE CURRÍCULO PRONTO

O primeiro item a ser adicionado em seu currículo são os dados pessoais. Nesse momento você deve citar o seu nome completo, a sua idade, seu estado civil (solteiro, casado, viúvo) e sua nacionalidade.

Todas essas informações costumam aparecer centralizadas (vejo no modelo abaixo) e o seu nome deve ter algum destaque, seja o tamanho da fonte maior, negrito, ou letras de forma.

Logo depois devem aparecer outras informações importantes sobre você, como por exemplo, a cidade que você mora, telefones para contato, sejam fixos ou celulares, além disso é indicado que você informe um endereço de e-mail.

É mais seguro sempre colocar mais de uma forma de contato, pois caso a empresa queira fazer contato com você, não haverá problemas em te encontrar. Veja no exemplo como deve ser organizada a primeira parte do seu currículo:

José Antonio Marques da Silva
25 anos, solteiro, brasileiro

Rua Catorze de Março, Nº 1234
02222-222 Bairro da Consolação
São Paulo (SP)
(11) 91234-5678 (11) 1234-5678
joseantoniomarques@gmail.com
Disponibilidade para viagens e mudança

Objetivo: Nesse campo você deve inserir o objetivo desejado com o envio desse currículo, o objetivo costuma ser uma frase padrão e que a maioria dos profissionais utiliza alguma muito parecida com a de modelos já prontos. Geralmente você cita como objetivo a chance de ocupar a vaga pela qual está se candidatando. Veja um exemplo:

“Me candidatar a vaga no setor administrativo de sua empresa”

Resumo profissional: Esse item é muito indicado para profissionais que não tem muita experiência, seja acadêmica ou profissional, principalmente aos jovens que ainda não conseguiram ingressas no mercado de trabalho e dessa forma não tem nenhuma experiência profissional para destacar.

Nesse campo do resumo profissional, você pode aproveitar para fazer um pequeno resumo sobre suas características profissionais. É nesse campo que você pode citar suas principais habilidades.

Em outras palavras você deve tentar convencer o avaliador que você é o profissional ideal para ser contratado e consequentemente ocupar a vaga desejada. Veja agora um exemplo de como pode ser um resumo profissional para um currículo:

Exemplo de resumo profissional:
Sou um jovem estudante da área administrativa que deseja ter uma oportunidade de ingressar sua carreira profissional e gostaria de ter a chance de começar a minha jornada na sua empresa.

Tenho grande facilidade em aprender coisas novas, além disso tenho grande experiência em informática e tecnologia. Posso trabalhar em grupo sem nenhum problema, sou altamente comunicativo e dinâmico, apenas aguardo uma chance de conseguir mostrar minhas qualidades e ajudar no desenvolvimento da sua empresa.

Esse é um exemplo, mas é importante saber que cada profissional deve ter o seu próprio resumo, você deve adaptar o seu resumo de acordo com suas qualidades e características pessoais.

Também deve ser observado que esse resumo é apenas uma introdução ao seu currículo e você não pode ocupar muito espaço desse documento com isso. Geralmente esse item ocupa cinco ou seis linhas no máximo, nunca mais do que isso.

Experiência Profissional

No campo da experiência profissional você deve mencionar em que locais já trabalhou, esse é considerado por muitos como o item mais importante de um currículo, pois com ele é possível que o avaliador examine o seu perfil profissional e julgue se você está apto ou não a ocupar a vaga que você está se candidatando.

Dentro desse item você deve mencionar, o nome da empresa pela qual você já trabalhou, além disso, o período em que você esteve trabalhando nesta empresa, o cargo que você ocupou e também atividades que você realizou dentro desse período, esses são os itens que devem aparecer no seu currículo, veja agora algumas dicas sobre como escrever a sua experiência profissional no seu currículo:

– Comece sempre pela última experiência profissional, a mais recente, depois organize em ordem cronológica, da mais recente para a mais antiga. Esse é o padrão utilizado em todos os currículos.

– Se você tiver mais de cinco experiências profissionais diferentes, o ideal é não mencionar todas elas, o mais indicado é sempre utilizar as cinco mais recentes.

Agora, se você está se candidatando a uma vaga de motorista por exemplo, e seu primeiro emprego foi como motorista, mesmo que tenha diversas experiências diferentes depois dessa, é fundamental citar todas que tenham relação com a vaga que você está se candidatando.

Veja abaixo como montar sua experiência profissional no currículo:

Empresa: Banco do Brasil S/A
Cargo ocupado: Operador de caixa
Período trabalhado: Setembro de 2017 até o presente momento
Principais atividades: Abertura e fechamento de caixa, fechamento de balanço mensal, atendimento aos clientes.

Empresa: Escritório contábil Líder Mais
Cargo ocupado: Contador
Período trabalhado: Abril de 2015 até Julho de 2017
Principais atividades: Fechamento de balanços, cálculos fiscais, acertos trabalhistas, elaboração de contratos trabalhistas, fechamento de imposto de renda.

Empresa: Atende Mais – Telemarketing e comunicação
Cargo ocupado: Auxiliar de telemarketing
Período trabalhado: Dezembro de 2010 até Abril de 2014
Principais atividades: Atendimento telefônico, controle de arquivo, digitalização de documentos e contratos.

Empresa: Assistência comercial J.A
Cargo ocupado: Estagiário
Período trabalhado: Março de 2008 até março de 2010
Principais atividades: Atendimento básico ao cliente, atendimento telefônico, serviços externos, arquivo de documentos, digitação de documentos.

Empresa: Supermercado Natal Serve
Cargo ocupado: Menor aprendiz
Período trabalhado: Junho de 2006 até dezembro de 2007
Principais atividades: Controle de estoque, entrega de mercadorias

Formação Acadêmica

Outro item que aparece no seu currículo que também é de enorme importância é a sua formação acadêmica, é ela que muitos avaliadores levam em consideração na hora de escolher por algum candidato, na formação acadêmica você deve mencionar todas as etapas já concluídas por você no que diz respeito a escola.

Aqui cabe a você mencionar cursos de pós-graduação, mestrado, doutorado, ensino superior, ensino médio ou ensino fundamental. Lembrando sempre que se você já concluiu a faculdade por exemplo, não há necessidade de informar que já concluiu o ensino médio e fundamental, pois é algo óbvio já que para realizar qualquer curso superior é obrigatório ter o diploma das etapas anteriores.

Veja abaixo alguns exemplos de como citar a formação acadêmica:

Pós graduado em administração hospitalar
Realizado na Faculdade Estácio de Melo de Arruda
São Paulo – SP (concluído em 2016)

Bacharel em administração pública
Realizado na Faculdade Estácio de Melo de Arruda
São Paulo – SP (concluído em 2014)

Tecnólogo em administração de empresas
Realizado na Instituição João Moraes de Prado
São Paulo – SP (concluído em 2010)

É possível notar pelos exemplos acima, que ao falarmos da nossa formação acadêmica, devemos mencionar o nome da instituição em que realizamos o curso, o nome exato do título que recebemos (bacharel, tecnólogo, mestre, doutor, especialista) e por fim é interessante também citar a cidade em que realizamos o curso, bem como o período em que ele foi concluído.

CURSOS COMPLEMENTARES

Mais um dos itens de grande importância dentro do seu currículo são os cursos complementares, nesse campo você deve mencionar se já realizou algum curso profissionalizante, técnico, se já estudou outros idiomas, se tem alguma especialização em alguma coisa.

Esse tipo de conhecimento costuma ser bem visto pelos avaliadores na hora de examinar um currículo, por isso é fundamental mencionar tudo que você já tenha realizado, veja abaixo que cursos podem ser informados aqui e alguns exemplos:

Quais cursos complementares posso citar em meus currículos?

  • Cursos profissionalizantes
  • Cursos técnicos
  • Treinamentos
  • Palestras
  • Cursos livres
  • Cursos de outros idiomas

Como montar meus cursos complementares no meu currículo? Veja alguns exemplos:

Curso profissionalizante de atendente de farmácia
Realizado pela Instituição Prepara Mais
Concluído em 2014 – Carga horária de 30 horas

Curso de língua inglesa
Realizado pela Escola de Idiomas Brasil Fluente
Concluído em 2015 – Dois anos de curso

Curso técnico em nutrição
Realizado pela Escola técnica de São José dos Campos
Concluído em 2015 – Um ano e meio de curso

Essa é a forma como você pode informar os seus cursos complementares dentro do seu currículo. Como já dito, esses cursos são um dos últimos itens que aparecem em um currículo e algumas pessoas não chegam sequer a mencioná-los, mas eles são muito importantes, pois mostram que você tem um conhecimento adicional sobre determinado assunto, além disso mostra que você tem interesse por aprender coisas novas e está sempre atualizando o seu conhecimento.

Algumas coisas ainda podem ser mencionadas em seu currículo, dependendo do cargo pelo qual você está se candidatando.

Algumas pessoas gostam de mencionar caso tenham alguma experiência profissional fora do país. Esse é um tipo de informação que pode te fazer ganhar pontos com a pessoa que está avaliando o seu perfil.

Outro ponto que pode ser acrescentado ao seu currículo são habilidades. Esse tipo de informação é importante para pessoas que ainda não tenham tanta experiência assim e que as vezes não conseguiram trabalhar antes.

Por isso, para o currículo não ficar vazio e ser facilmente dispensado, pode ser utilizado esse recurso de citar as suas principais habilidades.

Essas são algumas habilidades que podem ser mencionadas no seu currículo:

  • Pessoas comunicativas
  • Pessoas proativas
  • Pessoas organizadas
  • Pessoas que saibam liderar
  • Pessoas com facilidade de trabalhar em grupo
  • Pessoas que aprendam rapidamente novos conhecimentos
  • Pessoas com grande conhecimento de informática

Essas são algumas informações que você pode mencionar no seu currículo caso você não tenha muitas experiências, seja profissional ou acadêmica, para mostrar. Mas é sempre importante lembrar que você não deve nunca mentir no seu currículo, seja qual for a informação, deve ser sempre verdadeira e nunca tentar enganar o avaliador.

O currículo é um dos documentos mais importantes da nossa vida. Em algum momento com certeza iremos precisamos apresentar nosso currículo, seja para conseguir nosso primeiro emprego, para buscar algo quando estivermos desempregados ou para tentar conseguir um trabalho melhor.

Por isso, é fundamental que você mantenha sempre o seu currículo atualizado, com todos os cursos realizados, com suas experiências profissionais sempre em dia e com um modelo simples e bem organizado, que você pode elaborar depois de seguir o roteiro desse texto e também as várias dicas informadas aqui, depois só resta torcer para conseguir o emprego desejado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar