CartasEmpregoModelosTrabalhistas

Carta de Demissão – 5 Exemplos e Modelos Para Baixar

Você sabe como fazer uma carta de demissão? Esse é sem dúvidas um dos momentos mais delicados no que diz respeito a nossa vida profissional, pois deixar uma empresa é uma tarefa difícil, ainda mais quando a demissão ocorre por vontade de uma das partes, seja o empregador ou o empregado.

Nunca é fácil deixar uma empresa, e para um funcionário é ainda mais difícil quando você é demitido. Uma demissão pode deixar um trabalhador surpreso e em muitas ocasiões ela ocorre quando o empregado não está esperando por essa decisão da empresa. Em meio ao processo de demissão, existe um documento muito importante, chamado “carta de demissão”.

Carta de Demissão

O que é uma carta de demissão?

Uma carta de demissão é um documento onde se é comunicado a demissão de um funcionário. Esse documento pode ser criado em duas situações diferentes.

Na primeira delas, a carta é feita pela empresa, pois nesse momento, o empregador está demitindo o funcionário. Na segunda situação ela é feita pelo próprio empregado, pois ele é quem está solicitando o desligamento do seu local de trabalho.

Como em qualquer tipo de documento, a carta de demissão costuma seguir um padrão muito simples. Essa carta é fundamental para que fique registrado o interesse da demissão, seja por parte do empregador, ou então por parte do empregado.

Em algumas situações, pode-se considerar que esse documento serve também como um aviso, para que o funcionário tenha ciência que não fará mais parte do quadro de funcionários daquela empresa.

Como fazer uma carta de demissão?

Existem duas situações onde a carta de demissão é utilizada. Quando um funcionário deseja se desligar da empresa em que trabalha atualmente, ou ainda quando o empregador pretende demitir de um de seus empregados.

Por isso existem duas variações do mesmo documento, entretanto, nas duas ocasiões segue-se um modelo padrão e muito simples, pois esse tipo de documento é fácil de ser produzido.

O primeiro item a se acrescentar nessa carta é a data, pois é fundamental que esteja registado nesse documento o dia exato em que foi realizado a demissão.

Ter a data logo no início da carta é muito importante pois no futuro essa informação pode ser precisa para ser acrescentada em sua carteira de trabalho, onde estão presentes todos os seus registros e experiências profissionais.

Depois de colocar a data no início desse documento, a próxima parte é inserir a quem você está endereçando esse documento. No caso de uma carta onde a empresa está demitindo o funcionário, é muito mais simples, pois a carta estará endereçada ao empregado.

No outro caso, quando a carta é feita pelo funcionário para informar que ele não tem mais interesse em continuar trabalhando naquele local, a carta pode estar endereçada a diferentes nomes, como por exemplo, inserir direto o nome da empresa, ou então, endereçar a carta ao setor de recursos humanos, outra opção é endereçar ao responsável pelo setor de recursos humanos, ao diretor ou presidente da empresa ou ao gerente do setor em que você trabalha.

O que escrever em uma carta de demissão?

Essa é uma dúvida que muitas pessoas têm na hora de produzir uma carta de demissão. É difícil saber exatamente o que deve ser escrito em uma carta de demissão.

O que todos devem lembrar na hora de redigir esse documento, é que esse registro é unicamente profissional e seu efeito é apenas para comunicar uma das partes que a outra parte decidiu pela demissão.

O que geralmente acontece é que quando o funcionário pede demissão da empresa e os motivos dessa decisão são pessoais, o empregado comete o erro de informar suas razões na carta e acaba tornando esse documento muito mais pessoal, emotivo e pouco profissional.

É muito comum que o empregado, ao escrever uma carta de demissão, acabe colocando no texto os motivos pelos quais ele tomou essa decisão de deixar a sua empresa. Na realidade, não há necessidade nenhuma disso ser exposto nesse documento, por dois motivos. Primeiro que essa decisão é pessoal e a empresa não precisa ficar ciente das suas razões e segundo porque isso acaba tornando o documento pouco profissional e tirando a relevância dele.

Por isso as pessoas têm tanta dificuldade na hora de criar uma carta de demissão. Acabam incluindo nesse documento muitas informações sem relevância, quando na verdade essa carta é extremamente simples e fácil de ser elaborada. Na carta você só precisa informar que está deixando o quadro de funcionários dessa empresa.

Modelo de carta de demissão

Existem diversos tipos de modelo de carta de demissão, pois, cada situação é diferente e cada funcionário sabe o quanto sua ligação com a empresa é grande ou pequena, por isso alguns são mais detalhistas, outros agradecem e outros empregados vão direto ao ponto ao escrever esse documento. Por isso, começando pela carta de demissão escrita por um funcionário que deseja de desligar da empresa, esses são alguns exemplos de carta:

  • Cartas de demissão mais detalhistas
  • Cartas de demissão com agradecimentos
  • Cartas de demissão mais objetivas
  • Cartas de demissão informando o aviso prévio
  • Cartas de demissão pedindo dispensa do aviso prévio

Essas cinco situações podem ocorrer e você pode decidir qual dessas cartas, melhor se adapta a sua realidade e sua ligação com a empresa em que você trabalha. Uma carta mais detalhista por exemplo, é ideal para funcionários que desejam explicar para o empregador a razão pelo qual está solicitando demissão.

A carta de demissão com agradecimentos é muito comum para funcionários que mantém uma boa e longa relação com a empresa em que trabalhou. É indicado que você agradeça em sua carta, a oportunidade que recebeu e o período em que esteve na empresa.

É um sinal de respeito e educação, além disso, a empresa pode indicar seu nome para outros locais e no futuro você pode voltar a trabalhar nessa mesma empresa.

Se você é funcionário que não tem muita relação com colegas de trabalho, é mais reservado, ou ainda, tem pouco tempo de empresa, o ideal é elaborar uma carta de demissão mais objetiva. Nesse tipo de carta, você vai direto ao ponto, são cartas mais resumidas, com poucas linhas onde o único objetivo é realmente informar a decisão da demissão.

Outras duas situações que podem influenciar na hora de escrever a sua carta é se você cumprirá ou não aviso prévio. Muitas empresas obrigam o funcionário a cumprir aviso, outras preferem dispensar o empregado desse dever por entender que o funcionário pode prejudicar a empresa nesse período.

Seja qual for a sua escolha, de cumprir o aviso prévio ou não, esse tipo de decisão deve ser comunicado em sua carta de demissão, pois é uma forma da empresa se preparar, contratar outro funcionário para cumprir suas funções ou então colocar outra pessoa em seu lugar. Veja agora um modelo para cada um desses tipos de carta.

Carta de Demissão

Modelo de carta de demissão mais detalhista

São Paulo, 11 de abril de 2018.

Ao setor de recursos humanos.

Eu, João Manoel da Silva, portador do RG de nº 12.345.678-9 e CPF nº 123.456.789-0, utilizo desse documento, para comunica-los, que após o próximo dia 30 deste mês de abril, não irei mais exercer a função de vendedor, bem como, não irei mais pertencer ao quadro de funcionários dessa empresa.

Alguns motivos pessoais me levaram a essa decisão, portanto, solicito minha demissão, saliento que até o final desse mês, continuarei desempenhando minha função com o mesmo empenho que antes. Coloco-me a disposição para realizar treinamento ou então mostrar minhas atividades a um novo funcionário nesse período que me resta de trabalho.

Finalizo indicando que minha carteira de trabalho está a disposição para que seja possível realizar todo o fluxo padrão. Obrigado.

 

________________________________

João Manoel da Silva

Carta de Demissão

Modelo de carta de demissão com agradecimentos

 

São Paulo, 11 de abril de 2018.

Ao setor de recursos humanos.

A/C Sr. Ricardo Mathias Amorim, gerente do setor de recursos humanos

Eu, João Manoel da Silva, portador do RG de nº 12.345.678-9 e CPF nº 123.456.789-0, utilizo desse documento, para comunica-los, que após o próximo dia 30 deste mês de abril, não irei mais exercer a função de vendedor, bem como, não irei mais pertencer ao quadro de funcionários dessa empresa.

Aproveito a oportunidade para agradecer todos os momentos que passei nessa empresa ao longo desses seis anos de experiência. Gostaria de agradecer especialmente aos responsáveis pelo setor de recursos humanos, que sempre estiveram prontos para ajudar em qualquer situação. Finalizo meu ciclo de trabalho nessa empresa, mas levarei todos os amigos feitos para sempre em minha vida.

Finalizo indicando que minha carteira de trabalho está a disposição para que seja possível realizar todo o fluxo padrão. Obrigado.

 

________________________________

João Manoel da Silva

 Carta de Demissão

Modelo de carta de demissão mais resumida

São Paulo, 11 de abril de 2018.

Ao setor de recursos humanos.

Eu, João Manoel da Silva, portador do RG de nº 12.345.678-9 e CPF nº 123.456.789-0, utilizo desse documento, para comunica-los, que após o próximo dia 30 deste mês de abril, não irei mais exercer a função de vendedor, bem como, não irei mais pertencer ao quadro de funcionários dessa empresa. Finalizo indicando que minha carteira de trabalho está a disposição para que seja possível realizar todo o fluxo padrão. Obrigado.

 

________________________________

João Manoel da Silva

 

Modelo de carta de demissão informando o aviso prévio

São Paulo, 11 de abril de 2018.

Ao setor de recursos humanos.

Eu, João Manoel da Silva, portador do RG de nº 12.345.678-9 e CPF nº 123.456.789-0, utilizo desse documento, para comunica-los, que não irei mais exercer a função de vendedor, bem como, não irei mais pertencer ao quadro de funcionários dessa empresa.

Alguns motivos pessoais me levaram a essa decisão, portanto, solicito minha demissão, saliento que pelos próximos trinta dias cumprirei meu aviso prévio, continuarei desempenhando minha função com o mesmo empenho que antes. Coloco-me a disposição para realizar treinamento ou então mostrar minhas atividades a um novo funcionário nesse período que me resta de trabalho.

Finalizo indicando que minha carteira de trabalho está à disposição para que seja possível realizar todo o fluxo padrão. Obrigado.

 

________________________________

João Manoel da Silva

 Carta de Demissão

Modelo de carta de demissão pedindo dispensa do aviso prévio

São Paulo, 11 de abril de 2018.

Ao setor de recursos humanos.

Eu, João Manoel da Silva, portador do RG de nº 12.345.678-9 e CPF nº 123.456.789-0, utilizo desse documento, para comunica-los, que não após a próxima segunda-feira, não irei mais exercer a função de vendedor, bem como, não irei mais pertencer ao quadro de funcionários dessa empresa.

Alguns motivos pessoais me levaram a essa decisão, portanto, solicito minha demissão, saliento que não poderei cumprir o período de aviso prévio, pois tenho outro compromisso inadiável após a data acima informada, o que me impede de continuar nessa empresa após a próxima semana.

Finalizo indicando que minha carteira de trabalho está à disposição para que seja possível realizar todo o fluxo padrão. Obrigado.

 

________________________________

João Manoel da Silva

 Carta de Demissão

Jamais use a carta de demissão para reclamar da empresa

Infelizmente muitos funcionários deixam suas empresas infelizes com a mesma, com uma relação ruim, reclamando de colegas de trabalho, chefes ou diretores. Por mais que você esteja deixando a empresa, em hipótese alguma você deve reclamar de qualquer pessoa ou até do seu próprio local de trabalho utilizando da carta de demissão.

A carta de demissão é um documento exclusivamente para comunicar sua decisão de deixar a empresa, dessa forma, não há necessidade de utilizar dessa carta para outro meio, como reclamar de alguma coisa referente a empresa, seja de algum antigo colega de trabalho ou da própria marca.

Lembre-se que muitas empresas se comunicam antes de contratar novos funcionários, por isso, utilizar da carta de demissão para reclamar é tão perigoso.

No futuro, ao tentar entrar em outro trabalho, os funcionários de lá podem fazer contato com seus antigos colegas, e ter péssimas referências sobre você. Além disso, pode ser que no futuro você volte a trabalhar no mesmo local, e saindo com uma boa relação a porta sempre estará aberta.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar